Olá! Eu sou a MAPI — Mostra de Artes Para a Infância!

Tenho nariz vermelho, olhos redondos e um grande sorriso, para alegrar e divertir os meus amigos!


Fiquem em casa meninos e meninas! Em breve voltaremos a brincar!


O dia 1 de Junho, dia mundial da criança, é a data de referência para a realização da «MAPI – Mostra de Artes para a infância» em Vila Real. Um evento único na região de Trás-os-Montes e Alto Douro programado pela Urze Teatro com o apoio da Câmara Municipal de Vila Real e a colaboração dos equipamentos culturais do concelho; uma festa engraçada e divertida para todos, miúdos e graúdos, com teatro e outras manifestações artísticas e culturais.

Neste ano de 2020, pela situação que vivemos, pelas incertezas, pela responsabilidade, pela necessidade de nos protegermos, a 5ª edição da MAPI é adiada para uma data em que as condições sanitárias e sociais voltem a estar reunidas.

A MAPI está triste, mas com esperança de que tudo irá correr bem!


Segue a minha página no facebook:
facebook.com/mapi-mostra/

A Urze Teatro tirou-me do “Baú da Imaginação”, e com a ajuda do Teatro Municipal de Vila Real, da Câmara Municipal de Vila Real e da Direcção Geral das Artes, decidi organizar uma festa engraçada e divertida para todos, miúdos e graúdos, com teatro, poesia, pintura, marionetas, artes circenses, música e cinema, e desta maneira podermos todos celebrar o Dia Mundial da Criança!

• • •

A MAPI (Mostra de artes para a Infância) é uma festa de celebração das artes direccionada em especial aos mais-novos, promovida pela Urze Teatro (companhia profissional de teatro com sede em Vila Real), em co-produção com o Teatro Municipal de Vila Real, e conta com os apoios da Câmara Municipal de Vila Real e da Direcção Geral das Artes do Ministério da Cultura, e ainda as parcerias da Biblioteca Municipal de Vila Real, do Museu da Vila Velha de Vila Real e do Museu de Arqueologia e Numismática de Vila Real.

Com âncora no dia 1 de Junho (dia mundial da criança), a MAPI tem como objectivo nuclear proporcionar aos mais novos e às famílias o contacto com diferentes áreas artísticas, procurando ser uma manifestação de referência no panorama artístico e cultural local, regional e nacional. Com uma linha programática diferenciada e abrangente, assente na valorização do espaço público, na promoção dos hábitos culturais, no surgimento de novos públicos, contribuindo para a correcção das assimetrias no acesso às artes existente no País.